Lipoescultura

Principais perguntas

A LIPOASPIRAÇÃO (LIPO) é o nome dado a uma técnica que através da sucção retira o excesso de gordura de uma determinada região do corpo. Por sua vez, na Lipoescultura, iniciamos com a LIPOASPIRAÇÃO, e agordura retirada desta LIPOASPIRAÇÃO é utilizada para a injeção em outras partes do corpo, para preencher depressões ou modelando regiões. Chamamos de enxerto de gordura.

  • 1) Pacientes com boa saúde e com pele firme e elástica.
  • 2) Pacientes que tentaram eliminar a gordura através de dietas, exercícios e que ainda continuam com alguns depósitos.
  • 3) Pacientes com áreas distintas de gordura localizada, desproporcionais ao restante do corpo.
  • 4) Pacientes um pouco acima do peso e com expectativas reais de resultado.
  • 5) Pacientes que entendem que a lipoaspiração não substitui a real perda de peso.
  • 6) Pacientes que possuem pequenas áreas de depressão de pele, que podem ser resolvidas com o preenchimento.
  • 7) Pacientes que um contorno pouco definido de glúteos e quadril

Nunca programamos uma cirurgia pelo volume a ser retirado e sim pela eliminação do depósito de gordura a ser tratado, com definição do contorno corporal, porém existe sim uma porcentagem segura que não deve ser excedida para segurança do paciente.

Cada corpo reage de maneira diferente. A grande maioria dos pacientes atinge um resultado ideal, enquanto outros podem apresentar resultados negativos, em maiores ou menores proporções, independente do trabalho médico ter sido feito com maior zelo, perícia e cautela. São eles:

• Irregularidades na pele (mais comuns em pacientes com pele flácida);
• Necrose de pele, por deficiência circulatória (sendo o tabagismo sua maior causa);
• Embolia pulmonar gordurosa (pode ocorrer ela injeção inadvertida de gordura dentro de um vaso);
• Perfuração de vísceras (raríssima);
• Flacidez de pele na região lipoaspirada (pior em pacientes que já se apresentam antes da cirurgia com certo grau de flacidez);
• Necrose gordurosa (ocorre quando muito volume de gordura é injetado e não recebe vascularização adequada. Nestes casos quando não houver absorção do volume perdido pode ser necessária alguma punção para esvaziamento do local).

Varia muito de pessoa para pessoa, e depende também do volume e das áreas aspiradas, mas em até menos de 7 dias o paciente poderá retornar às sua atividades. O desconforto maior e a dor acontecem nos dois primeiros dias e a área que recebe a gordura também ficará dolorida. Após o início das drenagens linfáticas a melhora é importante. O edema (inchaço) e as equimoses (manchas roxas) persistem por até 15 a 21 dias. Este prazo pode ser maior ou até menor dependendo de cada paciente.

Somente 50 a 60% do volume injetado é que realmente se mantém. O restante é absorvido pelo próprio organismo, pois grande parte deste enxerto muitas vezes não recebe a vascularização adequada para sua integração ao tecido receptor.

Anestesia local, bloqueio (raqui ou peri dural) a geral. Irá depender das áreas aspiradas e se haverá associação com outras cirurgias.

O resultado final da Lipoescultura é visto após 3 meses, mas varia de acordo com o paciente e seus cuidados no pós-operatório (drenagens linfáticas). A absorção da gordura perdida no enxerto é lenta, por isso somente depois de 3 meses consideramos como definitivo o resultado.

Sim, mas quando é necessário muito volume, sugerimos mais de uma enxertia.

Sim. Para haver um comprometimento vascular, e consequentemente a perda do enxerto, a compressão deve ser muito importante. Na verdade o mais importante na “pega” deste enxerto dependerá da quantidade injetada (sem excessos) e nas regiões injetadas (diferentes túneis de gordura).

Não. Inicialmente devemos evitar grandes manipulações na área enxertada, mas as áreas lipoaspiradas devem ser drenadas normalmente.

• Repouso relativo por pelo menos 03 dias.;
• Alimentação equilibrada e ingerir muito líquido e isotônicos.;
• Usar a cinta e espuma (placa contensora) por 30 dias.;
• Realizar drenagens linfáticas a partir do 4°dia de pós-operatório, evitando somente a manipulação das áreas que receberam a gordura.;
• Evitar manter-se deitada ou sentada por muito tempo. Movimentar as pernas caminhando a cada 2 horas pelo menos.

Lipoescultura